Search

Agricultura urbana e periurbana (AUP) proporcionam segurança alimentar

Produção local de alimentos fortalece a agricultura familiar e agroecológica e tem potencial de expansão

Atualmente, 55% da população mundial vive em áreas urbanas. Em 2050, segundo a ONU, será 70%. Uma estratégia para garantir segurança alimentar para essa população é a agricultura urbana e periurbana (AUP), em que os alimentos são produzidos em regiões próximas do consumidor. Nessa prática, é comum haver foco no desenvolvimento local, gerando oportunidades de renda e trabalho decente. Assim como em práticas sustentáveis, como os sistemas orgânicos e, em menor escala, os Sistemas Agroflorestais (SAFs).

A agricultura urbana é a produção de gêneros alimentícios, vegetais ou animais, dentro do perímetro urbano ou de regiões metropolitanas. Já a agricultura periurbana significa essa mesma produção nas periferias das regiões metropolitanas, em espaços de transição entre áreas urbanas e rurais. Além de alimentos, podem ser cultivadas plantas medicinais e ornamentais.

A produção pode ou não ser comercializada. Nesse sentido, os estabelecimentos que se dedicam à AUP podem ser divididos em três categorias:

  • Agricultura comercial: operam em pequena, média ou grande escala e geram lucro da sua produção;
  • Agriculturas multifuncionais: parte menor da produção é voltada para o auto-abastecimento e sustento da família, enquanto o excedente é comercializado;
  • Iniciativas não voltadas à comercialização: a produção é destinada a auto-abastecimento, doações ou trocas (escambo). É o caso de hortas institucionais ou comunitárias e quintais produtivos.

A maior parte desse tipo de produção é realizada pela agricultura familiar e pequenos produtores. Geralmente em espaços como hortas, terraços e quintais. Mas há também empreendimentos maiores e com uso de tecnologia como as fazendas verticais, além de hidroponia e aquicultura intensivas.

A cadeia de valor da agricultura urbana e periurbana é longa e inclui diversas atividades. Por exemplo: produção de alimentos, fornecimento de insumos, comercialização e agregação de valor do produtor ao consumidor. E gera empregos locais em cada elo dessa cadeia.

Vantagens da agricultura urbana e periurbana (AUP)

Entre as vantagens, vale a pena destacar:

Fortalece a economia e o desenvolvimento local

Faz isso ao aproximar as áreas de produção do consumidor final. Em geral, os gêneros alimentícios produzidos são comercializados em um raio de distância curto. Também gera empregos locais de qualidade, melhorando as condições de vida da população. Proporciona ainda meios de subsistência resilientes a crises econômicas e ao aumento de preços dos alimentos. Principalmente para quem destina parte da produção para o auto-abastecimento.

Estimula a agricultura familiar

A maior parte dos alimentos que chegam à mesa dos brasileiros vem da agricultura familiar. Que, de modo geral, não pratica a monocultura, mantém a saúde do solo e faz uso racional dos ativos naturais.

Segundo dados do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), essa atividade envolve atualmente 4,4 milhões de famílias e gera renda para 70% dos brasileiros que vivem no campo. A ONU estima também que seja responsável por 80% da produção de comida em todo o mundo.

Segurança alimentar e nutricional

Grande parte da produção escoa para regiões e populações de baixa renda e garante uma alimentação saudável.

Sustentabilidade

Parte significativa dos alimentos são produzidos por agricultura orgânica ou outras práticas agroecológicas, incluindo Sistemas Agroflorestais (SAFs). Além disso, a ênfase no comércio local reduz os trajetos de transporte dos alimentos, reduzindo as perdas e as emissões de carbono. E, como ampliam as áreas verdes das cidades, contribuem para reduzir a temperatura local e retém água da chuva no solo, reduzindo alagamentos.

Agricultura urbana e periurbana pode alimentar toda a população de São Paulo

Um estudo do Instituto Escolhas, publicado em novembro de 2020, conclui que o avanço da agricultura urbana e periurbana poderia alimentar 20 milhões de pessoas na Região Metropolitana de São Paulo. Isso é quase toda a população da região, que tem 21,5 milhões de habitantes.

Segundo uma simulação do instituto, 60 mil hectares disponíveis na área periurbana da RMSP poderiam ser aproveitados para a produção de legumes e verduras, criando 180 mil novos postos de trabalho. A simulação foi realizada considerando-se a produção de alimentos em sistemas orgânicos.

Agroflorestas urbanas: iniciativas se espalham pelo Brasil

As áreas destinadas à agricultura urbana e periurbana também podem adotar o método de Sistemas Agroflorestais (SAFs). E isso já acontece em vários locais do país.

Um exemplo é Belo Horizonte (MG), que implantou sua primeira agrofloresta comunitária em 2019, em uma área de 10 mil metros quadrados. A iniciativa fez o plantio de árvores frutíferas como limão, mexerica, banana, abacate, jabuticaba, mandioca, milho e abóbora, plantas arbóreas nativas e plantas medicinais.

Em Palmas (TO) outra iniciativa foi criada por uma empresária. Em uma área de 400 metros quadrados, Yanna Fernanda Coelho e sua sócia, Olivia Marques, plantam hortaliças, verduras e legumes em meio a árvores de grande porte, como jatobá e baru. Apenas nos primeiros três meses, colheram 100 quilos de pepino.

Assista a um vídeo sobre uma agrofloresta urbana implantada no Distrito Federal em uma área de 3 mil metros quadrados.

Compartilhe:

Outros conteúdos:

agroRESET logo transparente

O AGRORESET é uma empresa “solution provider” para o agro ESG e para a Bioeconomia, com três anos de experiência e forte entrada corporativa e comercial nesses segmentos. Seja unindo interesses entre proprietários, investidores e desenvolvedores de projetos para a geração de créditos de carbono, seja na articulação para a entrada de novos players e clientes nesses mercados, contruímos um caminho de negócios sólido e prolífico, com relações públicas, assessoria, redes e conteúdos especiais, ao lado dos melhores especialistas e do nosso backoffice de inteligência&integridade (I&I).

Nos acompanhe nas mídias sociais

Entre em contato



    Desenvolvido por TUPI Marketing Digital.